Notícia publicada às 10:13:02 - 26/09/2017 e lida: 52 vezes   
    
  
  
Terceirização do transporte escolar para atender alunos do Santa Marcelina
Governador em exercício recebeu o pedido da direção da escola e autorizou ação da Seduc

Terceirização do transporte escolar para atender alunos do Santa Marcelina
Terceirização do transporte escolar para atender alunos do Santa Marcelina
Foto: Assessoria

Por
Redação

A diretora da Escola Santa Marcelina Marcello Cândia, localizada no km 17 da BR-364, em Porto Velho, Maria de Lourdes Javaro, acompanhada de professores e de mães de alunos, solicitou ao governador em exercício, Maurão de Carvalho (PMDB), que assegure o transporte escolar dos cerca de 1.200 estudantes, hoje prejudicado com as condições precárias dos onze ônibus que fazem esse serviço.

Segundo a diretora, os veículos que a Santa Marcelina dispõe estão apresentando problemas, impedindo muitas vezes que os alunos sejam transportados. "A situação está insustentável e não podemos continuar sem oferecer o transporte, prejudicando os nossos alunos", disse Lourdes.

Maurão ouviu a demanda e foi informado, ainda, de que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), havia acenado com a possibilidade de terceirizar o serviço para a Santa Marcelina. "Se essa for a melhor saída, que seja executada para que os estudantes possam ter garantido o direito de ir e vir à escola", completou.

O deputado federal Lindomar Garçom (PRB), acompanhou a direção da escola e reforçou o pedido, alertando que as crianças e adolescentes não têm condições de custear o transporte. "A maioria é de famílias carentes, sem recurso para pagar o transporte, que precisa continuar sendo gratuito".

O secretário adjunto da Seduc, Márcio Félix, se reuniu com a diretora da Santa Marcelina e, com autorização do governador em exercício, disse que o Governo deverá mesmo adotar o sistema de terceirização do transporte escolar para atender aos alunos do Santa Marcelina.

 

 

FONTE: Assessoria

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.