Notícia publicada às 11:31:41 - 20/09/2017 e lida: 2714 vezes   
    
  
  
General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena
“Emprego das Forças Armadas visa a Garantia da Lei e da Ordem, nas dependências dos estabelecimentos prisionais do país, para realizar a detecção de materiais ilícitos e proibidos”.

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena
General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena
Foto: Divulgação/17ª Brigada

Por
Renato Spagnol

A 17ª Brigada de Infantaria de Selva, sob o comando do General José Eduardo Leal de Oliveira, deu início nesta quarta-feira, 20 setembro, à Operação Portal com o objetivo de realizar uma varredura no complexo prisional de segurança máxima Cone Sul em Vilhena.

Em nota endereçada ao Vilhena Notícias, o General da Brigada ressaltou que a operação cumpre o “Decreto Presidencial de 17 de janeiro de 2017, no qual o Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, nas dependências dos estabelecimentos prisionais do país, para realizar a detecção de materiais ilícitos e proibidos”.

Participam da operação além da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, a Marinha do Brasil, Força Aérea Brasileira, o Ministério Público Militar, Polícia Militar do Estado de Rondônia, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia e Secretaria de Justiça do Estado de Rondônia.

Mais detalhes sobre a operação serão divulgados em coletiva de imprensa às 17h00 de hoje, quarta, no Tiro de Guerra de Vilhena.

Confira a íntegra da nota:

OPERAÇÃO PORTAL

17ª BRIGADA DE INFANTARIA DE SELVA COORDENA A OPERAÇÃO DE GARANTIA DA LEI E DA ORDEM NO CENTRO DE RESSOCIALIZAÇÃO CONE SUL EM VILHENA-RO. 

 De acordo com o Decreto Presidencial de 17 de janeiro de 2017, o Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, nas dependências dos estabelecimentos prisionais do país, para realizar a detecção de materiais ilícitos e proibidos. Caberá aos órgãos do Governo do Estado apreender, recolher e dar o devido destino legal aos materiais encontrados pelo Exército Brasileiro.  

Nesse contexto, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva sob o comando do General de Brigada José Eduardo Leal de Oliveira iniciou, em 20 de setembro de 2017, uma Operação de Garantia da Lei e da Ordem, atendendo solicitação do Governo do Estado de Rondônia, para detectar armas, aparelhos de telefonia móvel, drogas e outros materiais ilícitos ou proibidos no Centro de Ressocialização Cone Sul em Vilhena-RO.

Trata-se de uma Operação Interagências que envolve diversas Instituições e Órgãos de Segurança Pública: 17ª Brigada de Infantaria de Selva, Marinha do Brasil, Força Aérea Brasileira, o Ministério Público Militar, Polícia Militar do Estado de Rondônia, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia e Secretaria de Justiça do Estado de Rondônia. Uma Coletiva de Imprensa será concedida, às 17 horas de hoje, no Tiro de Guerra de Vilhena, Av. Vitória Régia, 1626 - Jardim Primavera, onde serão apresentados os resultados da operação. 

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

General da 17ª Brigada comanda megaoperação no presídio Cone Sul em Vilhena

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.