Notícia publicada às 08:56:20 - 05/09/2017 e lida: 2402 vezes   
    
  
  
FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
Projeto já atendeu mais de 150 jovens de Vilhena.

FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
Foto: Reprodução/Asbavi

Por
Redação

Projeto Social desenvolvido pelo ex jogador de basquete Silverlô Meireles de Sousa, busca fomentar a prática esportiva de basquetebol entre meninos e meninas de Vilhena. O projeto atende atualmente cerca de 60 alunos com idades de 10 a 17, e nos últimos dois anos já realizou treinamentos com mais de 150 jovens.

Silverlô, idealizador da ação, deu início à sua carreira profissional na cidade mineira Uberlândia, depois foi contratado pelo Ginástico de Belo Horizonte e atuou ainda pelas equipes Casa Branca e São José do Rio Pardo, ambas do interior de São Paulo. As boas atuações dentro de quadra levaram o jogador a figurar na relação dos 14 convocados pela Seleção Brasileira para disputar a Copa América Sub-22 em Puerto Rico no ano de 1996.

Residindo em Vilhena há seis anos e atualmente desempenhando a função de Auditor Fiscal do Estado, Silverlô conta que é movido pela paixão ao esporte, e logo em sua chegada na cidade foi convidado para treinar uma equipe feminina que chegou a ser vice-campeã do JIR (Jogos Intermunicipais de Rondônia), e em 2013 decidiu criar a filantrópica Associação de Basquete de Vilhena (Asbavi), no intuito de estruturar o baquete feminino, mas o espírito voltado ao social fez com que ele, em 2015 desse o pontapé inicial com o projeto para os jovens. “Como ex jogador profissional eu sou apaixonado pelo esporte e alguns anos atrás fui convidado para auxiliar professores de algumas escolas de Vilhena. A partir daí me formei em Educação Física para poder dar início ao projeto com os jovens”, diz Silverlô Meireles.

Para desenvolver as atividades o treinador conta o auxílio de um acadêmico de Educação Física e o apoio da escola Coopevi (Cooperativa Educacional de Vilhena), que cedeu a quadra para os treinamentos. “Através da associação eu consegui bolsas junto à cooperativa e ali temos uma equipe que participa dos jogos escolares com boas chances de vencer o estadual de outubro em Porto Velho”, pontuou Silverlo.

Em 2017 os jovens da Asbavi participaram de várias competições e se sagraram campeões do municipal e da regional Cone Sul. Se vencerem o estadual sub-17 de outubro na capital estarão classificados para ir a Brasília disputar o brasileiro organizado pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil). Ainda consta no curriculum de vitórias dos jovens o título deste ano da Copa André Maggi disputada na cidade mato-grossense Sapezal, além da participação de um torneio em Sorriso também no Mato Grosso.

No último final de semana os selecionados sub-15 da Asbavi participaram de um quadrangular que contou com a participação de outras equipes de Vilhena, Cacoal e Porto Velho, e nesta terça-feira, 05 de setembro, 14 garotos da associação embarcam para Uberlândia onde disputam a Copa Brasil sub-17. A competição reunirá além dos donos da casa, equipes de Goiânia e Brasília. 

FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
Mais de 150 alunos já foram beneficiados com os treinamentos.

FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
Além dos treinamentos com bola os alunos fazem atividades para reforçar a musculatura e ganhar bom rendimento dentro de quadra.

FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
São jovens de escolas da rede municipal, estadual e particular do município.

FORMANDO CAMPEÕES: projeto social de ex jogador de basquete atende quase 60 jovens em Vilhena
Treinamentos são realizados diariamente.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.