Notícia publicada às 14:53:29 - 22/08/2017 e lida: 215 vezes   
    
  
  
Vereadora Professora Valdete elogia abertura da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla na APA
Evento mostrou os benefícios do trabalho de inclusão feito pela instituição

Vereadora Professora Valdete elogia abertura da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla na APA
Vereadora Professora Valdete elogia abertura da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla na APA
Foto: Divulgação

Por
Redação

A vereadora Professora Valdete (PPS) foi convidada para participar da abertura da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que é comemorada pelas ASSOCIAÇÕES DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS - APAES em todo o Brasil.

O evento aconteceu nesta segunda-feira, 21 de agosto, na APAE de Vilhena.

No ensejo, a vereadora parabenizou o diretor da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Vilhena (APAE), Aimoré Ferreira Barros, pelo brilhante trabalho frente à instituição, “É um árduo trabalho, mas podemos perceber grandes realizações pelas lindas apresentações dos alunos refletindo o maravilhoso trabalho e dedicação dos professores”, observou Valdete.

A vereadora ressaltou que não se deve esquecer também das crianças do Atendimento Educacional Especializado - AEE, no qual é desenvolvido um lindo trabalho de inclusão de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais pelos professores e professoras das escolas do município, “Eles têm com a missão central ser guia na vida dessas crianças mais que especiais, mostrando para a sociedade o poder modificador da inclusão”, disse a vereadora.

Valdete também destacou o tema desse ano: “Pessoas com deficiência: direitos, necessidades e realizações” e concorda com a APAE quando ela diz que essas pessoas: “Trazem luz, paz e serenidade”.

 

 

FONTE: DICOM - Câmara de Vilhena

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.