Notícia publicada às 11:04:54 - 22/08/2017 e lida: 627 vezes   
    
  
  
Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato
Na cobrança das penalidades, a equipe da Asprocer/Conquista levou a melhor e venceu pelo placar de 04 x 01.

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato
Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato
Foto: Divulgação

Por
Assessoria

O Campeonato Municipal Ruralzão de Futebol de Campo/2017 encerrou domingo, 20, com a rodada decisiva, disputada no distrito de Nova Conquista. Na avaliação do secretário de Esportes, Natal Jacob (Natalzinho), o evento alcançou suas metas e terminou com chave de ouro. “O Ruralzão foi um sucesso em todos os sentidos, pois além do bom número de equipes participantes, não tivemos incidentes, nem atletas se machucaram e contamos com apoio dos vereadores, em especial do vereador Suchi que desde o início incentivou e esteve presente na maioria das rodadas. Com certeza, fechamos com chave de ouro e em 2018 será ainda melhor”, comentou.

Na última rodada de domingo, teve a disputa do terceiro e quarto lugares quando jogaram as equipes do Cruzeirinho B e Canarinho. A partida teve inicio às 08h45. Apesar dos atletas do Canarinho terem atacado mais e com boas oportunidades de abrir o placar, a equipe do Cruzeirinho soube aproveitar nos contra ataques e terminou a partida com o único gol da partida. Com o resultado de 01 x 00, o Cruzeirinho B conquistou o terceiro lugar do Ruralzão.

A partida principal foi entre Asprocer e Sport, as duas formadas por atletas de Nova Conquista e convidados. O jogo que definiria o campeão da competição começou às 9h50 e não houve gol nos 80 minutos (a organização do Ruralzão definiu que os jogos teriam 40 minutos cada tempo). No tempo normal ficou de 00 x 00 e os dois times tiveram que decidir nos pênaltis.

Na cobrança das penalidades, a equipe da Asprocer/Conquista levou a melhor e venceu pelo placar de 04 x 01. Com o resultado, o título de campeão do Ruralzão ficou com o time da Asprocer que tem como diretor o Sargento PM Erasmo. 

O Ruralzão deste ano reuniu 12 equipes, com a participação de mais de 150 desportistas entre atletas e dirigentes. A competição teve início no dia 07 de junho e terminou no domingo, 20 de agosto.

À frente do campeonato esteve o secretário Natalzinho e o seu adjunto, professor Manoel Ayres, que juntos convocaram uma equipe de árbitros presente em todas rodadas, sempre com um quarto árbitro reserva. “A arbitragem foi uma das melhores que já tivemos das competições anteriores. O Jurandir Lico, que é um dos árbitros da Federação Rondoniense e que já atuou em jogos nacionais pela CBF, está de parabéns junto com sua equipe pelo brilhante trabalho” ressaltou o secretário adjunto, professor Ayres.

Durante a entrega das premiações, o secretário da Semec agradeceu a presença das autoridades presentes e destacou o apoio da Semed, Semosp, Fundação Cultural, Unopar e da distribuidora de bebidas Luz e Rocha. Natazinho enfatizou o incentivo da prefeita Rosani Donadon desde o início até o encerramento da competição. “O apoio recebido para realizarmos o Ruralzão deste ano, com certeza, foi imprescindível. Agradeço a todos que direta e indiretamente contribuíram. A prefeita Rosani Donadon teve papel importante em todo o processo de organização e realização do evento, pois além de nos motivar a seguir com esse propósito, disponibilizou os serviços da Semed, Semosp e Fundação Cutural para que tudo transcorresse dentre do plano de trabalho”, concluiu Natalzinho. 

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato

Ruralzão/2017 encerra com sucesso e Asprocer conquista campeonato

 

FONTE: Semec

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.