Notícia publicada às 18:59:26 - 03/08/2017 e lida: 8896 vezes   
    
  
  
Justiça condena policial que atropelou e matou jovem grávida em Vilhena
Pena foi substituída por pagamento de dez salários mínimos à família da vítima

Justiça condena policial que atropelou e matou jovem grávida em Vilhena
Justiça condena policial que atropelou e matou jovem grávida em Vilhena
Foto: Vilhena Notícias

Por
Redação

O cabo da Polícia Militar Heleno Alves da Luz, acusado de atropelar e matar uma jovem grávida em dezembro de 2016 em Vilhena, foi condenado a dois anos e meio de prisão, porém a pena foi substituída pelo pagamento de dez salários mínimos à família da vítima.

Segundo o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), Heleno atropelou e matou a estudante universitária Fernanda Liotério Oliveira Costa, 21 anos, que estava grávida de seis meses, em 29 de dezembro do ano passado.

A 1ª Vara Criminal acatou a denúncia do MP e condenou o policial por homicídio culposo – sem a intensão de matar, e por embriaguez ao volante.

A sentença estabelece ainda que Heleno ficará sem poder dirigir por quatro meses e terá que pagar à justiça, multa de R$ 297,00. A defesa afirma que o policial não estava embriagado no momento do acidente e diz que irá recorrer da decisão.

A denúncia aponta ainda que o veículo conduzido por Heleno invadiu a preferencial e bateu na moto pilotava por Fernanda. Após a batida, o motorista saiu do local e retornou quase dois minutos depois. Fernanda chegou a ser socorrida ao Hospital Regional, mas ela e o filho faleceram em decorrência do acidente.

Veja íntegra da sentença AQUI

 

Relembre o caso

Jovem grávida vítima de acidente vem a óbito na UTI do Hospital Regional

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.