Notícia publicada às 10:48:19 - 24/07/2017 e lida: 4961 vezes   
    
  
  
Juíza determina que cartório proceda com ‘bloqueio’ de lotes do residencial Solar de Vilhena
Quem adquiriu os terrenos citados na investigação fica impossibilitado de transferi-los.

Juíza determina que cartório proceda com ‘bloqueio’ de lotes do residencial Solar de Vilhena
Juíza determina que cartório proceda com ‘bloqueio’ de lotes do residencial Solar de Vilhena
Foto: Reprodução

Por
Renato Spagnol

Através do ofício 3099/2017, de 21 de julho, a juíza Liliane Pegoraro Bilharva, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena, determinou que os cartórios de registro de imóveis do munícipio procedam com a indisponibilidade de 14 lotes localizados no Residencial Solar de Vilhena num prazo de 48h horas. Os imóveis são alvo de investigação da operação Habitus deflagrada pela Polícia Civil na quinta-feira, 20 de julho, que apurou o pagamento de propina a ex-vereadores e agentes públicos para a aprovação do loteamento em 2013.

A magistrada já havia tentado tonar os terrenos indisponíveis através do site registradores.org.br, conforme orientação do Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), mas a ação acarretaria em um bloqueio total de todos os bens que se encontram nos CPF’s dos investigados. Com a decisão os atuais donos dos imóveis citados ficam impedidos de transferi-los.

Os terrenos que teriam sido repassados a ex-vereadores, agentes públicos e “laranjas” são:

Lote nº 25, Quadra 23.

Lotes nº 24, 25 e 26, Quadra 13.

Lote nº 3, Quadra 5.

Lote nº 4, Quadra 5.

Lotes nº 8, 9, 10, 14 e 15, Quadra 5.

Lote nº 18, Quadra 5.

Lote nº 19, Quadra 5.

Lote nº 2, Quadra 5.

São 14 lotes todos do Residencial Solar de Vilhena, localizado no Setor 43.

 

Leia mais

PC deflagra nova operação contra corrupção

Cristina Rey passa a ser investigada e justiça determina uso de tornozeleira eletrônica

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.