Notícia publicada às 09:54:38 - 22/07/2017 e lida: 38353 vezes   
    
  
  
Caminhoneiro vilhenense de 32 anos morre em acidente no trecho entre Vilhena e Comodoro
A vítima é Leandro Rodrigues Barbosa, de 32 anos.

Caminhoneiro vilhenense de 32 anos morre em acidente no trecho entre Vilhena e Comodoro
Caminhoneiro vilhenense de 32 anos morre em acidente no trecho entre Vilhena e Comodoro
Foto: Vilhena Notícias

Por
Renato Spagnol

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou nas primeiras horas deste sábado, 22 de julho, um acidente com vítima fatal no Km 567 no trecho entre Vilhena (RO) e Comodoro (MT).

A vítima identificada como Leandro Rodrigues Barbosa, de 32 anos, popular "Gaúcho", é de Vilhena e estava a serviço da transportadora Jamantão. A causa do acidente ainda é desconhecida e deverá ser divulgada pela perícia em 30 dias, mas o que se sabe é que  o caminhão saiu da pista e tombou numa área alagada às margens da rodovia. A cabine do veículo ficou submersa na água e Leandro pode ter morrido afogado.

Uma funerária de Vilhena já resgatou o corpo e seguiu para Comodoro para pedir junto à Polícia Civil de lá a autorização para transladar o corpo até Vilhena.

Adriano, dono da funerária que fez a remoção do corpo conversou por telefone com a reportagem do Vilhena Notícias e disse que está encontrando dificuldade para obter a liberação. “Estamos numa situação muito difícil aqui. A delegacia está fechada e consegui apenas falar com o escrivão, mas ele me disse que não tem médico legista hoje para liberar o corpo”, lamentou Adriano.

Ainda segundo Adriano, o escrivão da PC estaria tentando fazer contatos para conseguir um médico para autorizar o translado do corpo de Leandro para Vilhena.

A PRF disse que uma equipe de Vilhena se dirigiu ao local, mas ainda não retornou. O site buscará mais informações.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.