Notícia publicada às 15:43:22 - 12/07/2017 e lida: 6709 vezes   
    
  
  
Trabalhador autônomo apresenta pedido de cassação contra Marcos Cabeludo na Câmara
Autor da denúncia disse “que não é justo que a população pague o salário de um vereador que nem mesmo nas sessões da Câmara aparece”.

Trabalhador autônomo apresenta pedido de cassação contra Marcos Cabeludo na Câmara
Trabalhador autônomo apresenta pedido de cassação contra Marcos Cabeludo na Câmara
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

Morador de Vilhena desde 1988, o trabalhador autônomo Valdecir Carlos protocolou na Câmara Municipal de Vereadores de Vilhena, na terça-feira, 11 de julho, o pedido de cassação contra o vereador Marcos Antônio de Albuquerque (PHS), o Marcos Cabeludo.

Em entrevista por telefone ao Vilhena Notícias, Valdecir disse “que não é justo que a população pague o salário de um vereador que nem mesmo nas sessões da Câmara aparece”.

Marcos Cabeludo tomou posse como vereador às 12h25 de terça-feira, 6 de junho, na sala da presidência da Câmara. Ele foi convocado pela Justiça Eleitoral após a cassação do mandato de Carmozino Alves (PSDC).

Leia: Marcos Cabeludo toma posse como vereador em Vilhena

Marcos e Carmozino foram presos e indiciados, juntamente com outros vereadores no ano passado pela Polícia Federal no curso da Operação Tropa de Choque, e denunciados pelo Ministério Público Estadual por crimes de corrupção. Em março deste ano o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ/RO), determinou a soltura de todos os envolvidos no esquema, mas impôs medidas cautelares, como uso de tornozeleira eletrônica e impedimento de frequentar órgãos públicos, com isso, mesmo tendo sido empossado, Marcos Cabeludo não pode participar das sessões legislativas. O processo corre na 1ª Vara Criminal de Vilhena.

O autor do pedido de cassação destaca ainda, que “por mais que a justiça não tenha ainda condenado ou absolvido Marcos Cabeludo, a sua prisão já é motivo para perda de mandato, pois envergonha a Câmara”.

 “Nós como cidadãos temos que fazer alguma coisa para mudar essa classe política no Brasil, porque se a gente não se mexer e deixar de jeito que está, será cada vez pior”, pontua Valdecir.

A denúncia contra Marcos Cabeludo deverá ser lida em plenário e votada. Caso aceita, será criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para avaliar se houve quebra de decoro parlamentar e prática de atos de corrupção, além de conduta incompatível com dignidade da Câmara e como agentes públicos, previstos no artigo 66 do Regimento Interno da Câmara.

Na próxima terça-feira, 18, será realizada a 18ª sessão ordinária de 2017 e há a expectativa que a denúncia seja apresentada em plenário.

 

Leia mais

Marcos Cabeludo vai à Câmara, mas é informado que só pode tomar posse com autorização da justiça

Câmara aguarda Justiça Eleitoral para convocar suplentes de vereadores cassados

PF conclui inquérito e MP oferece denúncia a 6 vereadores indiciados no “Esquema dos Loteamentos”

Vice-prefeito Jacier Dias e vereador Marcos Cabeludo são presos pela Polícia Federal

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.