Notícia publicada às 10:49:43 - 11/07/2017 e lida: 6451 vezes   
    
  
  
Campeonato termina e jogadores do VEC ficam sem receber salários
Alguns dos jogadores estão há três meses com atraso de salário

Campeonato termina e jogadores do VEC ficam sem receber salários
Campeonato termina e jogadores do VEC ficam sem receber salários
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

Cerca de 18 jogadores do Vilhena Esporte Clube (VEC) estão sem receber salários.

Em uma coletiva de imprensa liderada pelo técnico do clube, Odilon Júnior e pelos jogadores Rafael Carioca e Tiago Santos, realizada nessa terça-feira, 11 de julho, no estádio Portal da Amazônia, os atletas expuseram o drama vivido.

Odilon que é do estado de Goiás está há 3 meses sem receber. Ele disse que após a eliminação do VEC nas semifinais da competição, a situação se agravou, pois, o clube saiu de evidência e caiu no “esquecimento” dos empresários. Ainda de acordo com o técnico, o poder público também não tem dado muita importância para o caso. “O poder público não tem feito muito para nos ajudar, mas gostaria de lembrar que o time do VEC leva o nome de Vilhena, não somente para o estado, mas por todo país ao disputar competições nacionais. Acredito que deveria ser de interesse do poder público ajudar a direção do clube a honrar com os compromissos firmados com os jogadores”.

Do elenco que disputou o estadual, apenas três atletas são do estado de Rondônia, segundo informou a assessoria do clube. O Vilhena Notícias apurou que parte dos jogadores mesmo com salários atrasados, já deixaram a cidade, mas com recursos próprios.

“Até agora o que foi oferecido são passagens para que os jogadores retornem para casa. Todos queremos ir embora, mas só a passagem não adianta. A maioria é pai de família e precisa de seus salários”, comentou Odilon Júnior.

Oriundo do Rio de Janeiro, o zagueiro Rafael Carioca também está com três meses de salários em atraso. Outro numa situação semelhante é o lateral direito, Tiago Santos, que é de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo. O atleta está há 2 meses e meio sem salário.

Para o técnico Odilon os jogadores se encontram nessa situação porque o empresariado local não dá respaldo ao clube. “A nossa cobrança hoje não é só com o Gaúcho presidente, mas com os empresários da cidade que viraram as costas ‘pro’ Vilhena. Se a cidade de Vilhena é conhecida lá fora, é justamente por causa do VEC”, pontuou.

 

Risco de despejo

Os jogadores informaram durante a coletiva que parte do elenco está alojado em uma residência alugada pelo clube, no bairro Jardim Eldorado, e que a proprietária do imóvel já fez a notificação a eles dando um prazo para que a casa seja desocupada.

 

Direção do clube

José Carlos Dalanhol, presidente do VEC estaria tentando encontrar uma saída para resolver o problema e quitar os salários dos atletas. “O Gaúcho [Dalanhol] está tentando, mas não está encontrando ajuda do poder público e nem mesmo dos empresários”, finalizou Odilon.

A presidência do VEC também estaria vendendo alguns pertences do clube para pagar o aluguel da casa onde estão alojados os atletas e garantir a alimentação deles.

Campeonato termina e jogadores do VEC ficam sem receber salários

Tiago Santos é de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo. O atleta está há 2 meses e meio sem salário.

“Até agora o que foi oferecido são passagens para que os jogadores retornem para casa. Todos queremos ir embora, mas só a passagem não adianta. A maioria é pai de família e precisa de seus salários”, comentou Odilon Júnior.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.