Notícia publicada às 19:55:32 - 08/07/2017 e lida: 7892 vezes   
    
  
  
Em stand do Vilhena Notícias, Luizinho Goebel explica que entrada da Expovil deveria ser mais barata
Para o deputado, com um preço menor todos poderiam prestigiar a festa.

Em stand do Vilhena Notícias, Luizinho Goebel explica que entrada da Expovil deveria ser mais barata
Em stand do Vilhena Notícias, Luizinho Goebel explica que entrada da Expovil deveria ser mais barata
Foto: Aline Rayane

Por
Redação

O deputado Luizinho Goebel esteve na 32º Exposição e Feira Agropecuária de Vilhena (Expovil) e visitou o stand do Vilhena Notícias na sexta-feira, 7 de junho. Em entrevista o deputado afirmou que o evento é uma grande vitrine do potencial da região.

“Para se fazer saúde, educação é preciso de dinheiro e o dinheiro sai dos impostos das indústrias. O setor produtivo é que alimenta o setor público, porque tudo vem do campo e a Expovil é em si é uma vitrine de apresentação do nosso potencial”, disse Goebel.

De acordo com Goebel, as feiras agropecuárias das cidades de Rondônia são importantes pois atrai investidores gerando tecnologia, lucro e riqueza para o estado. Um grande exemplo é o sucesso da Rondônia Rural Show.

Goebel afirma que, diferentemente da Rondônia Rural Show, a Expovil é um evento regional e possui outras atrações, como shows de cantores sertanejos, enquanto a outra feira é um evento somente para negócios, que contempla todo o estado.

Para o deputado, a Expovil ficaria ainda melhor se a entrada do evento fosse popularizada, ou seja, com um preço menor para que todos pudessem prestigiar a festa.

“A Expovil tem que deixar R$10,00 a entrada, porque uma família assalariada não consegue vir ao evento. Tem que pagar pelo menos duas ou três entradas, para todos da família, estacionamento e ainda consumir, quem ganha um salário mínimo não consegue”, explicou.

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.