Notícia publicada às 10:12:22 - 12/06/2017 e lida: 6347 vezes   
    
  
  
Justiça autoriza ex-vereadora Marta Moreira a frequentar culto religioso aos domingos
A prisão preventiva da ex-parlamentar foi substituída em março deste ano por medidas cautelares

Justiça autoriza ex-vereadora Marta Moreira a frequentar culto religioso aos domingos
Justiça autoriza ex-vereadora Marta Moreira a frequentar culto religioso aos domingos
Foto: José Manoel/Rede Amazônica

Por
Redação

A justiça autorizou a ex-vereadora Maria Marta José Moreira a frequentar culto religioso em igreja evangélica de Vilhena. A petição foi protocolada pela defesa dela.

Marta foi presa em novembro de 2016 no curso da Operação “Tropa de Choque” da Polícia Federal (PF) que apurou um esquema de propinas pagas, aos então vereadores para a aprovação de loteamentos no município. Ela foi acusada pelo Ministério Público Estadual (MPE) por crimes de corrupção e se transformou em ré numa ação que tramita na 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena. A ex-parlamentar alega inocência.

Em 30 de maio, a juíza da 1ª Vara Criminal, Liliane Pegoraro Bilharva analisou o pedido e intimou a ré para que indicasse a igreja e um dos dias da semana para frequentar o culto. O dia escolhido foi aos domingos das 19h00 às 21h30.

Outros réus na ação também solicitaram à justiça autorização para frequentar cultos, e a indicação de igreja e dia específico é para evitar que os réus mantenham contato fora da ação judicial.

Presa no exercício do mandato, a ex-vereadora permaneceu na prisão até março deste ano, quando foi beneficiada através de habeas corpus concedido a outros três ex-vereadores também presos na ação. A decisão foi da 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) que substituiu a prisão preventiva por outras medidas cautelares: recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga; proibição de ausentar-se da comarca quando sua presença for conveniente ou necessária para a instrução; proibição de sair do território nacional; proibição de manter contato com os outros réus do caso – com exceção dos vereadores reeleitos, cujo contato deverá se restringir ao necessário para o exercício da função e comparecimento para os atos processuais e monitoração eletrônica.

 

LEIA MAIS

Vereadores acusados de corrupção prestam depoimento no Fórum Criminal em Vilhena

Desembargadores mandam soltar todos os vereadores presos na “Operação Tropa de Choque”

Juíza define data para audiência de instrução e julgamento dos presos na Operação “Tropa de Choque”

“Eu acredito na inocência”, declara advogado de Marta Moreira e Jairo Peixoto

EX-FORAGIDOS: Marta Moreira e Jairo Peixoto se entregam na delegacia de Polícia Civil

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.