Notícia publicada às 09:48:28 - 08/06/2017 e lida: 716 vezes   
    
  
  
Grávida é agredida com paulada no rosto pelo próprio marido, em Porto Velho
Jovem de 19 anos, que alega estar no segundo mês de gravidez, foi ferida no nariz e rosto. Suspeito é foragido da Justiça e estava com outra mulher.

Grávida é agredida com paulada no rosto pelo próprio marido, em Porto Velho
Grávida é agredida com paulada no rosto pelo próprio marido, em Porto Velho
Foto: Ana Fabre/Arquivo Pessoal

Por
Redação

Uma jovem de 19 anos, que alega estar no segundo mês de gravidez, foi agredida com uma paulada no rosto, na tarde desta quarta-feira (7), em Porto Velho. O autor da agressão, segundo a Polícia Militar, é o próprio marido da vítima, um rapaz de 21 anos que estava foragido da Justiça.

A lesão corporal, com agravante de violência doméstica, aconteceu por volta das 16h desta quarta-feira na Rua Mamão, no Bairro Nova Esperança. A vítima, que sofreu lesão no nariz e no lado esquerdo do rosto, disse à PM que foi à casa do suspeito para tentar conversar com ele, mas o casal acabou discutindo.

O homem teria insistido para que a mulher fosse embora, mas como as exigências não surtiram efeito, ele se armou com um pedaço de madeira e desferiu um golpe contra o rosto da vítima.

Após a agressão, o homem correu para os fundos da casa e retornou com um facão, afirmando que mataria a mulher, mas ela correu.

A vítima retornou para a casa dela e acionou a PM, seguindo com os militares à casa do suspeito.

Quando a polícia chegou no local, o agressor, que estava na frente da residência com uma mulher, correu para os fundos do quintal. A mulher que estava com o suspeito tentou impedir a prisão dele, investindo contra os policiais com palavras de baixo calão.

Ela acabou presa por desacato. Ao ser colocada na viatura, a mulher chutou a porta do compartimento de presos e lesionou o pé esquerdo. O homem foi preso logo depois e os dois acabaram sendo levados à Central de Polícia.

Na Central, a vítima das agressões disse aos militares que está grávida de dois meses e pediu medidas protetivas por temer a própria segurança.

 

 

FONTE: G1

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.