Notícia publicada às 15:20:35 - 17/05/2017 e lida: 18261 vezes   
    
  
  
“Teve atitude heroica”, diz médico que socorreu vítima de linha de cerol em Vilhena
A mulher de 29 anos foi pilotando sua motoneta sozinha até o Pronto Socorro do Hospital

“Teve atitude heroica”, diz médico que socorreu vítima de linha de cerol em Vilhena
“Teve atitude heroica”, diz médico que socorreu vítima de linha de cerol em Vilhena
Foto: Thalita Defacci

Por
Thalita Defacci

Pensando na família, Kenia da Silva Vieira, 29 anos relata com emoção os momentos de angústia e luta pela vida que teve na segunda-feira, dia 15 de maio, nas proximidades da ASMUV localizada no bairro Bela Vista em Vilhena após ter seu pescoço cortado por uma linha com cerol, que estava sendo utilizada por algumas crianças na rua.

Kenia trabalha como secretária acadêmica na Universidade Unopar e estava seguindo para o trabalho quando foi surpreendida por uma linha de cerol que passou pelo seu pescoço. “Quando eu parei a moto comecei a pedir socorro, mas as pessoas que paravam ligavam para o Corpo de Bombeiros e eu tinha consciência que com a quantidade de sangue que eu estava perdendo, eu ia morrer se esperasse. Quando eu vi que eles não estavam fazendo nada eu peguei a moto e vim para o hospital.”

A reportagem conversou com Doutor Janio Marques Vieira, responsável por atender a vítima no dia do ocorrido e relatou o estado grave que Kenia chegou ao hospital. “Esse tipo de lesão expõe o paciente a um risco eminente. Nos acidentes envolvendo a linha do cerol a parte anatômica que geralmente é atingida é o pescoço. Uma vez seccionado os vasos do pescoço expõem o paciente a risco de vida.”

Segundo o médico, a reação da vítima em procurar por conta própria o Pronto Socorro do Hospital Regional, foi um ato heroico. “Foi uma medida muito heroica, ela mesmo percebeu que se não tomasse iniciativa iria morrer ali mesmo”.

A vítima da temida linha com cerol deixou uma mensagem de conscientização, tomando em vista seu exemplo. “Não importa se tem 10 ou 14 anos, a responsabilidade de ter tirado a minha vida era de quem estava segurando, não importa se era com um revólver ou com a linha que ele fez aquilo, a responsabilidade de ter tirado a minha vida estaria com ele então se é menor de idade que os pais comecem a fiscalizar com o que os filhos estão brincando pra que isso não venha acontecer.”

LEI ESTADUAL Nº 1391, DE 15 DE SETEMBRO DE 2004

 Desde o ano de 2004 que a comercialização e uso do cerol são proibidos no estado de Rondônia e o estabelecimento que praticar a venda do produto pode até ter o Alvará de Localização e funcionamento cassado sendo o comerciante obrigado a fechar as portas. Confira abaixo na íntegra, a lei estadual

 

FONTE: Vilhena Notícias

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.