Notícia publicada às 10:51:25 - 26/04/2017 e lida: 5277 vezes   
    
  
  
Pai mata a filha de 11 meses e transmite crime ao vivo pelo Facebook
Homem se matou após o assassinato, que teria sido motivado por ciúme

Pai mata a filha de 11 meses e transmite crime ao vivo pelo Facebook
Pai mata a filha de 11 meses e transmite crime ao vivo pelo Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Por
Redação

A chamada de emergência para a polícia foi recebida às 18h30min de segunda-feira, pelo horário local. Do outro lado da linha, Jiranuch Trirat, de 21 anos, contou desesperadamente que seu namorado, Wuttisan Wongtalay, de 20 anos, havia feito uma transmissão ao vivo pelo Facebook, assassinando por enforcamento a filha do casal, Beta, de apenas 11 meses.

— O vídeo tem cerca de quatro minutos e foi publicado às 17h45min — disse o policial Sanit Nookhong, em entrevista à imprensa local.

As imagens mostram Wongtalay amarrando uma corda em volta do pescoço do bebê antes de soltá-la do telhado de um prédio, na cidade de Phuket. O vídeo ficou disponível na rede social por quase 24 horas, até ser retirado às 17h, pelo horário local, desta terça-feira.

— No vídeo, Wongtalay mostra uma garrafa com um líquido, que depois nós confirmamos que era kratom (bebida feita com planta nativa com efeito sedativo e psicotrópico). Ele dá a bebida para a menina, e também bebe. Depois, ele amarra a corda no pescoço da garota — contou o policial. — Você pode ouvir o bebê chorando, até que o choro para. Então, ele puxa a menina para o telhado do prédio e solta a corda ao redor do pescoço.

Após a chamada, a polícia iniciou uma busca para encontrar Wongtalay e sua filha, mas encontraram os corpos dos dois, pendurados num prédio abandonado.

— Ele estava tendo uma paranoia de que sua esposa o deixaria e que ela não o amava — contou o policial Jullaus Suvannin, à Reuters.

 

 

FONTE: O Globo

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.