Notícia publicada às 17:41:48 - 18/04/2017 e lida: 1092 vezes   
    
  
  
Pactuação entre Município e Estado garante atendimento médico no presídio feminino de Vilhena
O projeto pode ser abrangido às demais unidades carcerárias do município.

Pactuação entre Município e Estado garante atendimento médico no presídio feminino de Vilhena
Pactuação entre Município e Estado garante atendimento médico no presídio feminino de Vilhena
Foto: SEMCOM

Por
Redação

A prefeita Rosani Donadon (PMDB) se reuniu na manhã desta terça-feira, 18, com o diretor do presídio feminino do município de Vilhena, Alex Pereira, com o enfermeiro da Secretaria Estadual de Justiça (SEJUS) Cristiano Fonseca e o técnico em enfermagem da Colônia Penal e presídio feminino Luiz Carlos Gabriel.

O vereador Rogério Golfeto (PTN) também participou do encontro para apoiar a ideia. A pauta do encontro foi a pactuação entre Estado e Município a fim de garantir atendimento médico às detentas em Vilhena.

De acordo com Alex Pereira, a presença de um médico na unidade prisional irá reduzir o número de escoltas armadas até postos de saúde e hospital, gerando mais segurança tanto à população quanto aos servidores públicos e até mesmo as mulheres que cumprem pena. O médico irá prestar serviços semanalmente, sem comprometer a escala de atendimento dos pacientes das unidades de saúde.

A prefeita Rosani Donadon comentou o projeto e disse que a medida foi desenvolvida pensando na segurança da comunidade em geral. “Foi o meio que o Município e o Estado encontraram para contribuir com a redução das filas nas unidades de saúde e ainda assim garantir a ordem”, explicou.

Um preso que necessita de atendimento médico deve ser examinado antes de pacientes comuns, fato que gera indignação de algumas pessoas. “Com atendimento periódico, menos detentas irão precisar recorrer a auxílio médico. A ideia trará melhoria aos sistemas de saúde e carcerário do estado”, defende a prefeita.

 

 

FONTE: SEMCOM

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.