EcoMassa


      Notícia publicada às 17:36:31 - 17/04/2017 e lida: 561 vezes   
    
  
  
Fecomércio-Ro e Fecomercio-Am prestigiam cem anos do Alto Madeira

Com uma solenidade na Casa de Cultura Ivan Marrocos, no último sábado, 15 de abril, o jornal Alto Madeira comemorou os seus cem anos de circulação ininterrupta em Rondônia, um feito alcançado por poucos jornais brasileiros.

Fecomércio-Ro e Fecomercio-Am prestigiam cem anos do Alto Madeira
Fecomércio-Ro e Fecomercio-Am prestigiam cem anos do Alto Madeira
Foto: Assesssoria

Por
Redação

O Presidente da Fecomércio-AM e Vice-Presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), José Roberto Tadros veio especialmente para participar dos festejos de 100 anos do Alto Madeira.

Com uma solenidade na Casa de Cultura Ivan Marrocos, no último sábado, 15 de abril, o jornal Alto Madeira comemorou os seus cem anos de circulação ininterrupta em Rondônia, um feito alcançado por poucos jornais brasileiros.

Jornalistas com mais de 30 anos dedicados ao jornalismo e que tiveram a honra de trabalhar no jornal, como Ciro Pinheiro, José Carlos de Sá, Lúcio Albuquerque, Rosinaldo Machado (fotógrafo), Vismar Kfouri, Silvio Persivo, Silvio Santos, historiadores, professores da Unir, artistas plásticos, empresários e colaboradores, além do secretário estadual de Cultura, Júlio Olivar, também prestigiaram o evento.

A solenidade foi marcada pela abertura da exposição de 100 anos da trajetória do jornal que foi iniciada por uma “viagem” expositiva do professor e vereador Aleks Palitot rememorando, ao comentar cada mural, como o jornal, efetivamente, imprimiu letra a letra os fatos da história de Rondônia.

O presidente da Fecomécio-RO, Raniery Coelho, foi representado pela consultora executiva Cileide de Macedo na solenidade que também contou com a presença de inúmeras autoridades, entre as quais o vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio-CNC, e presidente da Federação do Comércio do Amazonas, José Roberto Tadros, a superintendente Simone Guimarães, que vieram a Porto Velho especialmente prestigiar as comemorações do centenário.

Também presente à solenidade, o senador Valdir Raupp, que foi lembrado por sua importante participação na luta pela integração regional e pela implantação da Ferrovia Transcontinental, em especial no trecho entre Porto Velho e Sapezal (MT), a denominada Ferrovia da Soja.

ACERVO

Durante a cerimônia foi assinado um termo de cooperação técnica entre o Alto Madeira e o Governo do Estado de Rondônia, representado pela Sejucel, para permitir que a exposição da trajetória do Alto Madeira fique disponível para o público. Na ocasião foi feita a obliteração, pelos diretores do Alto Madeira, Luiz, Euro e Neuza Tourinho, do selo comemorativo, lançado pelos Correios, relativo ao centenário do jornal com a presença do jornalista Gustavo San Felipe, que representou os Correios.

Na solenidade também foi assinado convênio com a Biblioteca Nacional para que todo o acervo do Alto Madeira possa ser inserido na Hemeroteca Digital Brasileira. Segundo a diretora Liz Tourinho, os dois convênios que disponibilizam as edições e a trajetória do jornal “Foram as duas formas que o jornal encontrou para agradecer a fidelidade de seus leitores e tornar disponível à população, aos historiadores, pesquisadores e estudiosos da História de Rondônia, a trajetória do
jornal se confunde com a história do Rondônia”. No Hall da Casa da Cultura e na Galeria Afonso Ligório foram instalados
equipamentos, antigos e modernos, fotografias e murais que mostravam as edições do Alto Madeira e a comemoração se estendeu com a participação dos músicos do Projeto Boca da Noite, que apresentaram um show com a participação de grandes nomes da música regional e com músicas autorais, para encerrar a festa em grande estilo.
 

 

 

FONTE: Assessoria

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.