EcoMassa


      Notícia publicada às 09:47:44 - 15/04/2017 e lida: 726 vezes   
    
  
  
Delações da Odebrecht: Moreira Mendes é suspeito de receber R$ 100 mil em 2010
Delator afirma ter repassado R$ 100 mil ao ex-deputado federal. Moreira Mendez diz que nunca recebeu nada que não fosse doado oficialmente.

Delações da Odebrecht: Moreira Mendes é suspeito de receber R$ 100 mil em 2010
Delações da Odebrecht: Moreira Mendes é suspeito de receber R$ 100 mil em 2010
Foto: Reprodução/Facebook

Por
Redação

O ex-deputado federal de Rondônia Rubens Moreira Mendes (PPS) é citado em uma das delações da Odebrecht por supostamente ter recebido R$ 100 mil em 2010, durante a campanha eleitoral para a Câmara dos Deputados. Segundo José de Carvalho Filho, diretor de relações institucionais da Odebrecht, o político rondoniense tinha como contrapartida o favorecimento à empreiteira na aprovação do Projeto de Lei 3.555/2004.

O repasse, segundo o delator, aconteceu em Brasília (DF). O projeto de lei estabelece normas gerais em contratos de seguro privado e revoga dispositivos do Código Civil, do Código Comercial Brasileiro e do Decreto-Lei nº 73 de 1966. Foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no último dia 4 de abril e enviado nesta semana ao Senado Federal.

A pedido do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, as informações sobre Moreira Mendes serão encaminhadas para a Procuradoria da República no Distrito Federal. Janot explica que não há menção a crimes cometidos por detentores de foro por prerrogativa de função, por isso não cabe o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Por telefone, o ex-deputado federal Moreira Mendes informou ao G1 que ainda não foi notificado sobre o caso, mas adiantou que nunca recebeu nenhuma doação de campanha que não seja oficial. O ex-parlamentar disse ainda que não teve nenhum tipo de negócio e não conhece ninguém que seja ligada a Odebrecht, mas que vai fazer um levantamento na prestação de contas para verificar se há o nome da empreiteira na lista de doadores.

 

 

FONTE: G1

ACESSE GANHE

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.