Notícia publicada às 09:12:39 - 10/04/2017 e lida: 693 vezes   
    
  
  
Ministério Público recomenda cumprimento da educação inclusiva nas escolas particulares do Cone Sul
Firmou-se ainda uma parceria entre as escolas particulares, Semed e Seduc, para que estas disponibilizem vagas aos docentes das escolas particulares em seus cursos, treinamentos, formação continuada e outros, atinentes à Educação Inclusiva.

Ministério Público recomenda cumprimento da educação inclusiva nas escolas particulares do Cone Sul
Ministério Público recomenda cumprimento da educação inclusiva nas escolas particulares do Cone Sul
Foto: Ilustração

Por
Redação

O Ministério Público do Estado de Rondônia instaurou Inquérito Civil Público, por meio da Promotoria de Justiça de Vilhena (Curadoria da Educação), a fim de apurar o tratamento dispensado pelas escolas particulares no tocante à educação inclusiva.


A Promotora Yara Travalon Viscardi, da Curadoria da Educação em Vilhena, vem promovendo reuniões com os responsáveis pelas instituições educacionais, a fim de conscientizá-los acerca das regras legais referentes ao assunto, bem como com o objetivo de avaliar a forma como a educação inclusiva estava sem tratada nessas escolas, entregando-lhes um questionário para subsidiar a atuação.

Nesta quarta-feira, dia 5 de abril, a Promotora voltou a reunir com os representantes legais das Instituições de Ensino e também com a Coordenação da SEDUC no Cone-Sul e Secretaria Municipal de Educação de Vilhena, oportunidade em que entregou Notificação Recomendatória, a todos os participantes, e reforçou a importância de se observar os preceitos legais no atendimento dos alunos com deficiência física no âmbito educacional privado.

Firmou-se ainda uma parceria entre as escolas particulares, Semed e Seduc, para que estas disponibilizem vagas aos docentes das escolas particulares em seus cursos, treinamentos, formação continuada e outros, atinentes à Educação Inclusiva. Ministério Público recomenda cumprimento da educação inclusiva nas escolas particulares do Cone Sul

 

 

 

 

FONTE: Ministério Público de Rondônia

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.