Notícia publicada às 10:28:21 - 03/04/2017 e lida: 2833 vezes   
    
  
  
Mulher que encomendou a morte do marido é condenada em Rolim de Moura
Ela e os corréus Eduardo Seman da Costa (personal trainer) e Juciano Oliveira Bento, vulgo “Nego Jú” planejaram a morte do fazendeiro Eduardo Bavaresco Dias, conhecido também como “Nino”.

Mulher que encomendou a morte do marido é condenada em Rolim de Moura
Mulher que encomendou a morte do marido é condenada em Rolim de Moura
Foto: Reprodução

Por
Redação

Durante sessão de julgamento do Tribunal do Júri da comarca de Rolim de Moura (RO), os jurados, cinco homens e duas mulheres, entenderam que a ré Eliatriz Azevedo Pereira foi responsável pelo crime de tentativa de homicídio do seu marido, hoje na condição de ex. Ela e os corréus Eduardo Seman da Costa (personal trainer) e Juciano Oliveira Bento, vulgo “Nego Jú” planejaram a morte do fazendeiro Eduardo Bavaresco Dias, conhecido também como “Nino”.

Eliatriz Azevedo Pereira terá que cumprir a pena de 10 anos e 08 meses de reclusão no regime fechado. Eduardo Seman da Costa foi condenado a 08 anos de reclusão e terá que cumprir no regime semiaberto. A mesma condenação e regime destinado ao personal também foi aplicado ao réu Juciano Oliveira Bento.

O júri

Os trabalhos tiveram início no último dia 30/03 e foram conclusos no dia 31/03. Durante esses dois dias, o plenário do Júri da comarca de Rolim de Moura (RO) ficou completamente lotado por advogados, serventuários da Justiça, acadêmicos do curso de direito, familiares e amigos da vítima e dos réus. A sessão foi presidida pela juíza de Direito Cláudia Vieira Maciel de Sousa.

Entenda o caso

Consta na denúncia que, no dia 20 de janeiro de 2016, na zona rural de Rolim de Moura (RO), os réus Eliatriz Azevedo Pereira, Eduardo Seman da Costa e Juciano Oliveira Bento, vulgo “Nego Jú”, mediante paga ou promessa de recompensa, motivo torpe e emboscada, tentaram matar mediante disparo de arma de fogo a vítima Eduardo Bavaresco Dias.

Eliatriz Azevedo Pereira, companheira do fazendeiro, e Eduardo Seman da Costa mantinham um relacionamento amoroso extraconjugal e decidiram dar cabo da vida da vítima, para que pudessem ter a vultuosa soma de dinheiro pertencente a Eduardo Bavaresco Dias.

Leia também: Acusada de mandar mata ex-marido vai a júri popular em março

 

 

 

FONTE: Correio de Rondônia

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.