EcoMassa


      Notícia publicada às 12:51:40 - 15/03/2017 e lida: 5930 vezes   
    
  
  
População tenta linchar homem acusado de mandar cachorro morder criança de 02 anos
O caso aconteceu em Porto Velho.

População tenta linchar homem acusado de mandar cachorro morder criança de 02 anos
População tenta linchar homem acusado de mandar cachorro morder criança de 02 anos
Foto: Ilustração

Por
Redação

O pedreiro identificado como Francisco de Canindé Moura,  48 anos, foi preso na tarde desta terça-feira 14 de fevereiro, em uma residência na Rua Dana Me Rio, Bairro Marcos Freire, zona Leste de Porto Velho, sob a acusação de ter mandado o próprio cachorro morder uma criança de apenas dois anos de idade. Populares revoltados com o ato do suspeito tentaram linchá-lo.

A criança estaria na noite de segunda-feira, 13, brincando com um irmão na casa do suspeito, que é seu vizinho. Ao retornar para casa, o irmão da vítima, um menino de 4 anos, teria dito para a mãe que o suspeito tinha mandado o cachorro morder seu irmão.

A mãe no momento não notou os ferimentos, pois o filho estava com camisa de manga longa e calça. Já na manhã de hoje, 14, a mulher percebeu as marcas de mordidas no corpo do filho e acionou a Polícia Militar. O suspeito foi preso por volta das 15h quando retornava para sua residência.

Após tomarem conhecimento do ocorrido, populares tentaram espancar Francisco, que logo buscou abrigo na casa de um conhecido até a chegada de uma equipe policial. O homem negou a acusação, contudo, foi encaminhado para a Central de Flagrantes e autuado no crime de lesão corporal.

 

 

FONTE: Alerta Rondônia

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.