Notícia publicada às 08:32:19 - 01/03/2017 e lida: 6277 vezes   
    
  
  
Três meninas são detidas pela polícia por praticar Furto Qualificado
Elas subtraíram uma bolsa em uma festa que estavam na madrugada de segunda-feira.

Três meninas são detidas pela polícia por praticar Furto Qualificado
Três meninas são detidas pela polícia por praticar Furto Qualificado
Foto: Vilhena Notícias

Por
Thalita Defacci

Três meninas foram detidas nesta noite de terça-feira, 28 de fevereiro, suspeitas de terem praticado furto qualificado quando tomaram a decisão de pegar a bolsa da vítima que estava em uma festa com as mesmas na noite anterior. Segundo a vítima, ela havia notado o desaparecimento da bolsa com documentação, dois celulares e uma quantia em dinheiro dentro.

A vítima, uma jovem de 22 anos, procurou a Delegacia de Polícia Civil na manhã desta terça-feira para registrar uma ocorrência informando que havia perdido a bolsa com os documentos pessoais, um óculos da marca Ray-Ban, um carregador, dois celulares sendo um Samsung e outro um Iphone além da quantia de aproximadamente R$150,00.

Já na tarde deste mesmo dia, o pai da vítima compareceu a delegacia e informou que levantou algumas informações e suspeitava que uma das amigas da vítima identificada como Danielly Paula Santos Mezzomo, 22 anos, era uma das autoras do furto.

Devido a suspeita apresentada, uma guarnição da Polícia Militar se deslocou até a residência de Danielly, onde ela confessou participação no furto e disse que sua amiga identificada como Katieslen Mainara Soares Santos, 19 anos, era autora do crime. Após subtraírem a bolsa da vítima que estava na festa onde elas haviam sido convidadas, ambas dividiram o dinheiro e deixaram a bolsa na casa da terceira envolvida identificada como Giulianne Yule Gomes Carvalho, 23 anos.

Após a guarnição se deslocar até a casa de Katieslen que confirmou o crime e relatou que após pegarem a bolsa se desfizeram dos documentos da vítima jogando eles em um bueiro na Avenida Capitão Castro, o Iphone no terreno baldio ao lado da lanchonete Alho Frito e que depois disso, foram para uma festa no Centro gastaram a quantia de R$52,00 pertencentes à vítima.

Na casa de Giulianne foi encontrada a bolsa e nas demais localidades os objetos onde elas se desfizeram. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil, onde em depoimento, todas reafirmaram autoria no crime, porém, foram liberadas em primeiro momento, porém responderão pelo inquérito instaurado na Justiça, já que a denúncia será oferecida ao Ministério Público. 

 

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.