EcoMassa


      Notícia publicada às 15:38:18 - 16/02/2017 e lida: 1236 vezes   
    
  
  
Na África do Sul pastor faz fiéis tomarem veneno de rato para provar que estão acima da morte
Segundo o pastor, o veneno era para libertar os membros dos seus problemas e mostrar o poder de Deus.

Na África do Sul pastor faz fiéis tomarem veneno de rato para provar que estão acima da morte
Na África do Sul pastor faz fiéis tomarem veneno de rato para provar que estão acima da morte
Foto: Reprodução

Por
Redação

Um pastor evangélico sul-africano está causando uma grande revolta em mídias sociais, pelo fato que ele está dando água com veneno de rato para os fiéis de sua entidade religiosa beberem. O pastor foi identificado como Luz Monyeki, da igreja Graça Esperança Viva Ministérios, na África do Sul. Segundo o pastor, essa seria a forma de “mostrar o poder de Deus”.

Num culto realizado dentro da igreja Graça Esperança Viva Ministérios, o pastor Luz Monyeki aparece dando veneno de rato misturado com água para os fiéis que, segundo ele, ia nutrir seus corpos e curar os enfermos. "O homem de Deus, o Profeta Luz Monyeki, demonstra o poder da fé, fazendo com que os congregados bebam Rattax, veneno mortal para mostrar a sua fé. Não precisamos proclamar a fé porque somos crentes e os meninos (nyaope) podem fumar Rattax por mais de oito anos, quem somos nós? A morte não tem poder sobre nós", disse a igreja em uma publicação em sua página no Facebook, junto com as fotos do pastor apresentando o veneno.

Então ele declarou a vida de cima sobre a água misturada com Rattax, e falou em nutrição para os corpos e cura para os doentes. Uma multidão de congregados voluntariamente correu para a frente para tomar um copo do veneno mortal. Desde declarar nutrição e cura, o profeta Luz foi o primeiro a beber“, acrescentou a igreja.

De acordo com o portal de notícias "Sowetan", Nyaope é uma droga altamente viciante feita a partir de uma gama de ingredientes de heroína, "dagga", veneno de rato de baixo grau, e detergentes que contenham cloro e amônia. Segundo informações do portal de notícias “Christian Post”, no ano de 2014, um pastor identificado como Lesego Daniel de Raboni, do Centro de Ministérios, na África do Sul, convenceu os fiéis de sua igreja a comer grama, segundo o pastor, a grama lhes daria força e cura.

Ainda, de acordo com o portal, no ano de 2015 outro pastor identificado como Penuel Mnguni, supostamente ordenou que uma serpente se transformasse em chocolate, em seguida pediu para os membros da igreja festejassem com o réptil como demonstração de sua fé no poder de Deus. Entretanto, ele foi preso por crueldade com animais.

 

 

FONTE: http://br.blastingnews.com

ACESSE GANHE

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.