EcoMassa


      Notícia publicada às 17:33:55 - 10/02/2017 e lida: 1585 vezes   
    
  
  
Golpe da Prefeitura revolta servidores e pode gerar greve geral; diz sindicato
O Sintero recebeu denúncia de que um gari foi nomeado por Hildon para ser diretor de uma escola municipal.

Golpe da Prefeitura revolta servidores e pode gerar greve geral; diz sindicato
Golpe da Prefeitura revolta servidores e pode gerar greve geral; diz sindicato
Foto: Divulgação

Por
Redação

eunidos em assembleia no Sintero na manhã desta sexta-feira, dia 10/02, os trabalhadores em educação do município de Porto Velho manifestaram decepção e revolta com os primeiros dias da administração do prefeito Hildon Chaves. A decepção é porque o prefeito está quebrando todas as suas promessas de campanha para a educação.

Já a revolta é por causa do golpe contra os direitos dos servidores municipais com a extinção do quinquênio, acabando com a carreira no serviço público municipal.

Toda essa situação pode levar os servidores municipais a uma greve geral reunindo várias categorias, já que a educação não é a única prejudicada.

VEJA MAIS: QUINQUÊNIO - Em coletiva, Hildon afirma que beneficio poderia “quebrar” prefeitura

A primeira promessa quebrada pelo prefeito foi quanto à escolha do secretário municipal da educação. A direção do Sintero esclarece que não tem nada contra o atual secretário, mas os trabalhadores em educação reclamam que, diferente do que prometeu o prefeito Hildon Chaves, em campanha, a categoria não foi ouvida.

Outra situação que está prejudicando o início do ano letivo é a total desconsideração do prefeito à gestão democrática nas unidades escolares, chegando ao absurdo de nomear para a direção de escolas pessoas sem qualquer compromisso com a educação, como funcionários comissionados.

O Sintero recebeu denúncia de que um gari foi nomeado por Hildon para ser diretor de uma escola municipal.

Já o que causou mais revolta entre os servidores foi a extinção do quinquênio, feita na surdina pelo prefeito com a aquiescência da maioria dos vereadores, o que representa um golpe contra os trabalhadores.

Durante a assembleia de hoje, várias propostas foram discutidas, inclusive de uma greve geral por tempo indeterminado no serviço público municipal de Porto Velho.

Os vereadores que aprovaram a extinção do quinquênio também serão lembrados em cartazes e panfletos a serem distribuídos à comunidade.

 

 

FONTE: Assessoria

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.