EcoMassa


      Notícia publicada às 08:54:19 - 09/02/2017 e lida: 554 vezes   
    
  
  
Setur quer transformar Pimenteiras em nova estância turística
Segundo Júlio Olivar, a cidade tem potencial de se tornar um laboratório de boas práticas para o turismo, pois é o município menos populoso do Estado.

Setur quer transformar Pimenteiras em nova estância turística
Setur quer transformar Pimenteiras em nova estância turística
Foto: Divulgação

Por
Redação

Cumprindo agenda no Cone Sul do estado, o superintendente estadual de Turismo, Júlio Olivar, esteve nesta terça-feira (7) em Pimenteiras do Oeste, a 150 km de Vilhena, avaliando os potenciais turísticos do município, além de buscar apoio junto à prefeitura para trabalhar na infraestrutura e aparelhamento adequado para desenvolver o turismo na região.

O secretário municipal de Turismo, Meio Ambiente e Urbanização, de Pimenteiras, Carlos Rogério Rodrigues, levou a equipe da Setur ao local onde existe um pórtico, na entrada da cidade. Em seguida, levou-a num terreno 50 por 25 metros quadrados onde pretende construir um bosque municipal de frente para o rio Guaporé. Carlos pediu apoio à Setur para construir uma passarela sobre o pórtico da avenida Brasil para que os visitantes e os próprios moradores possam utilizar o local como um mirante. O superintendente destacou que é preciso envolver os deputados da região e solicitar dos mesmos, emendas para viabilizar os projetos.

Júlio Olivar foi recebido também pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jesus Reginaldo da Silva, que agradeceu a sensibilização do superintendente em entender a importância do turismo para o município e ressaltou a necessidade de uma parceria para buscar possibilidades para que alavancar o turismo e com isso melhorar a economia de Pimenteiras.

Segundo Júlio Olivar, a cidade tem potencial de se tornar um laboratório de boas práticas para o turismo, pois é o município menos populoso do Estado. “Portanto, tudo que se fizer aqui terá repercussão”.  Mas são necessárias algumas adequações, como a qualificação para que os próprios pescadores, artesãos e servidores possam atuar no receptivo turístico, melhorar a infraestrutura urbana e fazer com que a própria população veja a cidade como turística. “Vamos encampar o desafio de fazer do turismo, algo viável para a economia do município, elevando Pimenteiras à condição de estância turística o que favorecia o marketing da cidade frente aos órgãos de turismo do estado e do país”, enfatizou Júlio Olivar.

A Setur tem colaborado sempre com a cidade. Já patrocinou a realização de festivais de praia – evento que já fora grande e perdeu seu foco turístico nos últimos anos, trazendo mais prejuízos (passivo ambiental, depredação e outros) do que lucros aos meios de hospedagem e comércio locais. Quando do vendaval de 2014 que trouxe sérios prejuízos a Pimenteiras, a Setur ajudou a prefeitura local cedendo sua estrutura física, o CAT (Centro de Atendimento ao Turista) para nele funcionar, desde então, a prefeitura.

Durante a visita, empresários locais explicaram que hoje o turismo ecológico e a pesca esportiva que atrai praticantes que várias regiões do país durante o segundo semestre é uma das maiores atrações do município já que a bacia hidrográfica é a mais privilegiada do país em diversificação de peixes e diversidade ecológica com baías, matas, ilhas, onde se destacam a flora e a fauna. O local é conhecido como pantanal rondoniense, na região os pescadores encontram peixes como o cachara, pirarara, tucunaré, tambaqui, curvina, apapá, caparari, dentre outros.

Ao final da visita técnica, o superintendente Júlio Olivar destacou que a conclusão dos 36 km da RO 399  (ligando Pimenteiras a Cerejeiras) pelo Governo do Estado tratará muitos benefícios para a região, em especial melhorando o acesso dos turistas. Olivar ainda destacou que é preciso fazer gestão junto ao DER (Departamento Estadual de Estradas e Rodagem) para que a avenida Brasil, de 2,5 km –  que é uma sequência da rodovia a ser pavimentada – receba um recapeamento asfáltico.

Ainda como parte da visita técnica a Pimenteiras, a equipe da Setur ouviu pescadores e empresários, constatando que o maior fluxo de turistas na cidade vem da própria região. Cacoal, Vilhena e Ji-Paraná são os principais emissivos turísticos para o Vale do Guaporé. Em Pimenteiras há um condomínio de magistrados e pessoas de alto poder aquisitivo que buscam o turismo de contemplação e a pesca esportiva.

 

 

FONTE: Setur

ACESSE GANHE

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.