Notícia publicada às 11:58:33 - 06/12/2016 e lida: 852 vezes   
    
  
  
Venezuelanas vendem o cabelo para satisfazer necessidades básicas
A tendência, que ganhou particular relevo nas últimas semanas, é outro sinal da crescente crise na Venezuela.

Venezuelanas vendem o cabelo para satisfazer necessidades básicas
Venezuelanas vendem o cabelo para satisfazer necessidades básicas
Foto: Divulgação

Por
Redação

Uma cidade fronteiriça colombiana virou um verdadeiro mercado do cabelo para as venezuelanas que procuram dinheiro para comprar comida, fraldas ou medicamentos.

Mulheres venezuelanas estão a atravessar a fronteira em massa para venderem o próprio cabelo numa cidade fronteiriça colombiana. Tudo para conseguirem o dinheiro necessário para satisfazer necessidades tão básicas como comprar comida, fraldas ou medicamentos.

A tendência, que ganhou particular relevo nas últimas semanas, é outro sinal da crescente crise na Venezuela.

Dezenas de intermediários, conhecidos como draggers, permanecem numa ponte que liga a cidade de San Antonio, na Venezuela, à colombiana La Parada, gritando: “Compramos cabelo”.

Cerca de 200 mulheres por dia negoceiam o que têm oferecer, segundo cinco intermediários ouvidos pela Reuters.

Celina Gonzales, por exemplo, de 45 anos, vendedora de rua, ficou na fila durante uma hora para vender os seus cabelos castanhos por 60 mil pesos (menos de 20 euros), que é o equivalente ao salário mínimo e a senhas de racionamento na Venezuela.

Um intermediário conta que a maioria das mulheres cortam o cabelo para o venderem e depois vão comprar comida com os filhos pela mão.

http://s.publico.pt/mundo/1753800 http://s.publico.pt/venezuela/1753800 http://s.publico.pt/colombia/1753800

 

 

FONTE: Uol

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.