EcoMassa


      Notícia publicada às 17:19:25 - 08/11/2016 e lida: 651 vezes   
    
  
  
Proposta para elevar salário de vereadores da capital para R$ 18 mil é barrada
Os valores seriam atualizados, anualmente, pela inflação.

Proposta para elevar salário de vereadores da capital para R$ 18 mil é barrada
Proposta para elevar salário de vereadores da capital para R$ 18 mil é barrada
Foto: Reprodução

Por
Redação

Os vereadores José Wildes, de Brito (PDT) e Fátima Ferreira (PT) jogaram um balde de água fria nas pretensões dos colegas que defendem o salário de R$ 18 mil, a partir de janeiro.

Na manhã de sexta-feira (4), eles protocolaram, na Divisão das Comissões, o Projeto de Resolução nº. 679/2016, mantendo o salário atual de R$ 12.025 mil e reduzindo a gratificação de representação do presidente de R$ 6 mil para R$ 3 mil. Os valores seriam atualizados, anualmente, pela inflação.

A proposta conta com o apoio dos vereadores Cláudio da Padaria e Ana Maria Negreiros (PDT), Chico Lata (PP) e Sid Orleans (PT), mas há quem considere um salário de R$ 15 mil ideal, uma espécie de meio termo, ou seja, nem R$ 18 mil nem R$ 12 mil, mas R$ 15 mil.

Por lei, o salário do vereador é fixado no final do mandato para vigorar nos próximos quatro anos. Lembrando que, além da remuneração, o parlamentar tem direito a verba de gabinete de R$ 24 mil, para pagamento de assessoria parlamentar, verba indenizatória de R$ 90 mil/ano, para despesas diversas, e décimo terceiro salário.

Ora, se a Câmara não tem dinheiro para pagar os direitos trabalhistas dos quase 350 comissionados que foram exonerados em outubro, os servidores estatutários não recebem recomposição salarial há três anos, nem a mudança de faixa, que deveria entrar na folha de outubro, foi paga até agora, como explicar a criação de mais uma fonte de despesa? Certo, portanto, os autores da proposta.

 

 

FONTE: Tudorondonia

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.