Notícia publicada às 11:41:45 - 25/10/2016 e lida: 14066 vezes   
    
  
  
Com mandado de prisão em seu desfavor, Marta pregou em sua campanha de vice-prefeita: “Vilhena vai ser diferente’’
Frase foi dita em agosto, no lançamento oficial de campanha à prefeitura de Vilhena.

Com mandado de prisão em seu desfavor, Marta pregou em sua campanha de vice-prefeita: “Vilhena vai ser diferente’’
Com mandado de prisão em seu desfavor, Marta pregou em sua campanha de vice-prefeita: “Vilhena vai ser diferente’’
Foto: Hebert Weil

Por
Renato Spagnol

Vilhena vai ser diferente’’. É com essas palavras que a vereadora Marta Moreira do Partido Social Cristão – PSC, iniciou seu discurso de lançamento oficial de sua candidatura como vice-prefeita da coligação “Pra fazer diferente” ao lado de Eduardo Japonês para as eleições 2016. Era manhã de 20 de agosto, quando a então candidata usou a palavra para defender novos rumos para a cidade de Vilhena.

Investigada na Operação ‘’tropa de choque’’ desencadeada pela Polícia Federal – PF de Vilhena e Ministério Público Estadual – MPE de Porto Velho, Marta Moreira se tornou no último sábado, 22, a sexta parlamentar a figurar na lista de investigados por possível participação em um esquema de extorsão a empresários imobiliários vilhenenses. Segundo a PF, em apenas um loteamento os vereadores teriam recebido R$ 500 mil. Cinco vereadores da atual legislatura já foram indiciados e Marta Moreira poderá ser a próxima. Ela teve mandado de prisão expedido pela justiça e encontra-se foragida, assim como seu primo Jairo Peixoto (PP).

Eleita em 2012, aos 34 anos com 1.312 votos, Marta Moreira chegou à Câmara Municipal de Vilhena, pelo Partido Social Cristão, tendo como sua base o eleitorado evangélico. Em 2016, foi convidada para ser candidata a vice ao cargo de Executivo Municipal, mas acabou derrotada nas urnas.

Ao longo da campanha em 2016, Marta Moreira atacou seus ‘adversários’ políticos e emplacou entre seus admiradores e correligionários, uma frase que se transformou em um jargão: “Aqui é ficha limpa”.

Em passeatas e carreatas de campanha, Marta Moreira foi fotografa usando uma camiseta com a frase “ficha limpa”.

 

Lançamento oficial de campanha

Sábado, 20 de agosto, no Comitê Central de campanha da coligação “Pra fazer diferente”, Marta Moreira foi ovacionada (registro em áudio) ao ser convidada para discursar.

Em pouco mais de 5 minutos de discurso, Marta Moreira agradeceu o convite para ser candidata a vice-prefeita, que segundo ela partiu do então candidato Eduardo Japonês.

Num trecho do discurso, Marta se emocionou e chorou ao direcionar seus agradecimentos a Eduardo. “Eduardo. Obrigado, obrigado por me escolher para estar ao seu lado. Eu quero dizer pra você, que eu não posso te dar muita coisa, mas o meu voto, a minha força, o meu trabalho e a minha honra eu posso te dar”.

 

"Empobreceu"

A reportagem realizou um levantamento dos bens declarados ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE, por Marta Moreira.

Em 2012, quando eleita pela primeira vez ao obter 1.312 votos, Marta Moreira declarou junto ao TSE, R$ 33.246,44. Entre os bens citados estão:

Um terreno no bairro Moises de Freitas, na época avaliado em  R$ 6.000,00; uma Honda Biz 125cc no valor de R$6.500,0; um Fiat Pálio no valor de R$19.800,00 (ambos os veículos com valor da época); e R$ 946,44 em contas bancárias.

Já em 2016, Marta Moreira teve redução em seu patrimônio e declarou à justiça eleitoral o valor de R$ 5.999,53 em bens. Na lista consta: Uma motoneta Honda Biz 125cc avaliada em R$ 4.300,00; e R$ 1.699,53 em contas bancárias.

A Polícia Federal ainda procura pelo paradeiro da vereadora. Junior Donadon, Vanderlei Amauri Graebin, Carmozino Alves e José Garcia já foram presos. Jairo Peixoto também encontra-se foragido.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.