Notícia publicada às 10:15:15 - 09/09/2016 e lida: 901 vezes   
    
  
  
'É normal', diz mulher agredida por marido que não gostou de música
Homem agrediu esposa em Porto Velho por não gostar de música. Durante briga, casal começou agressão mútua e ambos se feriram.

'É normal', diz mulher agredida por marido que não gostou de música

Foto: Ana Kézia Gomes/G1

Por
Redação

Uma mulher de 36 anos ficou com hematoma na cabeça e sofreu escoriações por todo o corpo, nesta quinta-feira (8), depois de ser agredida a socos e chutes pelo próprio marido, de 30 anos, em Jaci-Paraná, distrito de Porto Velho. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem não gostou da música que a mulher ouvia e tentou trocar, dando início a uma discussão que terminou em agressão mútua. "É normal a agressão", disse ela aos policiais.

Conforme a PM, O casal estava bebendo num bar, quando o marido pediu para que a mulher colocasse uma música. Como não se agradou do estilo musical, o homem foi trocar a música e o casal começou a discutir. A mulher foi agredida a socos e chutes e derrubada no chão. Ela levantou-se na ocasião e torceu o braço do marido, causando lhe uma lesão.

 A PM foi chamada e os dois receberam voz de prisão. Segundo a PM, os policiais faziam patrulha de rotina no Bairro Nova Jaci, em Jaci Paraná, quando foram informados sobre um casal que estava brigando na Rua Heli Crispin. Quando chegou ao local, a guarnição encontrou o casal sangrando, com ferimentos leves por todo o corpo.

Antes de serem conduzidos à Central de Polícia, o casal teve que ser encaminhado ao hospital de Jaci-Paraná, para que fossem feitos curativos em ambos. À polícia, a mulher justificou a agressão: "é normal e sempre acontece", relatou.

Depois de medicados, os dois foram conduzidos à Central de Polícia para serem ouvidos pelo delegado de plantão.

 

 

FONTE: G1

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.