Notícia publicada às 11:05:27 - 13/05/2016 e lida: 4771 vezes   
    
  
  
VILHENA: Justiça de RO erra nome em mandado de prisão e vilhenense fica preso por cinco dias sendo inocente
Rafael Martins teve seu nome associado a um crime cometido por Rafael de Mattos.

VILHENA: Justiça de RO erra nome em mandado de prisão e vilhenense fica preso por cinco dias sendo inocente
VILHENA: Justiça de RO erra nome em mandado de prisão e vilhenense fica preso por cinco dias sendo inocente
Foto: Vilhena Notícias

Por
Kanitar Oberst

Um caso preocupante aconteceu em Vilhena no último sábado, 07 de maio, por volta das 21h00, quando Rafael Freitas Martins, trabalhador do Frigorífico JBS em Vilhena passou por uma blitz de rotina na avenida Paraná. Ao ter seu nome consultado no banco de dados da polícia, foi identificado um mandado de prisão contra ele, em decorrência de condenação por tráfico de drogas e roubo.

Rafael foi levado preso à delegacia e depois passou de sábado até segunda-feira preso no albergue, dia em que foi levado ao fórum para uma audiência de custódia na presença de um juiz, de um promotor e um defensor público.

“Olha, eu sei que todo mundo ali, tanto o juiz como o promotor tratam com bandidos o dia inteiro, mas eu fiquei sentido de não acreditarem na minha história. Eu falei para eles que, como eles tratam com criminosos todos os dias, deveriam ver que eu não era bandido, nunca tive passagem nenhuma pela polícia e sou trabalhador honesto”, argumentou Rafael.  

Negando veementemente que não tinha envolvimento nenhum com nada ilícito, Rafael pediu à defensoria pública que buscasse saber o que realmente teria acontecido, para justificar a sua prisão, já que era inocente.

Rafael é morador recente de Vilhena, vindo de Goiânia, onde tem uma filha de 2 meses e sua esposa, que viria para Vilhena dentro de alguns dias. Sua mãe mora em União da Vitória e se deslocou até Vilhena para tentar ajudar o filho.

 

ERRO DA JUSTIÇA

“Minha mãe que é idosa não ficou bem com toda essa situação, eu não fiquei triste, levei tudo com tranquilidade, mesmo sendo tratado de forma irônica pelas autoridades. Só fiquei preocupado, na audiência de custódia quando me informaram que eu seria transferido para Porto Velho para cumprir um ano e oito meses, já que o processo era referente a Porto Velho. Mas a Defensoria Pública conseguiu descobrir que o erro aconteceu no cartório em Porto Velho e logo eu receberia o alvará de soltura”, disse Rafael.

Nesta quarta-feira, 11 de maio, a defensoria conseguiu uma certidão em que o cartório de Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (VEPENA) de Porto Velho, onde diz que houve um equívoco na distribuição, e que o nome no mandado de prisão, que deveria ser em desfavor de Rafael Freitas de Mattos foi publicado como Rafael Freitas Martins.

O VILHENA NOTÍCIAS conseguiu a certidão que comprova o erro, que deixou o vilhenense mais de cinco dias encarcerado no albergue local mesmo sendo inocente.

Rafael, que estava numa cela com 13 outros presos, foi soltou às 18h30 da última quarta-feira.  

“Eu já procurei um advogado, agora os responsáveis e o Estado vão responder por isso. É muito complicado esse tipo de erro, porque se eu não tivesse ajuda da defensoria estaria em Porto Velho cumprindo pena por algo que nunca fiz. Me prejudicou bastante no emprego e com minha família. Minha esposa estava longe sem ter notícias minhas, mas agora está tudo bem”, finalizou Rafael.

 

JUSTIFICATIVA

O VILHENA NOTÍCIAS não conseguiu contato com o cartório responsável, mas pessoas e advogados que conhecem a rotina forense, dizem que a quantidade de processos tanto penais e cíveis, ultrapassa a capacidade do número de servidores do judiciário do Estado de Rondônia.

Esse déficit poderia contribuir para grande parte dos erros processuais por parte da Justiça no Estado, frisou uma advogada. Em Vilhena a média de novos processos, que é crescente a cada ano,  ultrapassa os 14 mil.  

VILHENA: Justiça de RO erra nome em mandado de prisão e vilhenense fica preso por cinco dias sendo inocente

Certidão comprovando o erro do cartório da Vara de execuções penais de Porto Velho.

O VILHENA NOTÍCIAS entrevistou Rafael que disse que o que mais lhe magoou foi que as autoridades foram muito irônicas com ele, \'sempre paguei meus impostos fiz tudo certinho e tenho carteira assinada há anos. Falaram na audiência que todo bandido diz que é inocente aqui\'.

 

FONTE: Vilhena Notícias

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.