Notícia publicada às 22:24:09 - 01/05/2016 e lida: 3473 vezes   
    
  
  
Funcionário público alcoolizado perde controle do veículo e atropela duas pessoas no Cristo Rei
Isaías, que tentou evadir-se do local sem prestar socorro às vítimas, foi contido por populares, que revoltados, acabaram agredindo-o com chutes e socos.

Funcionário público alcoolizado perde controle do veículo e atropela duas pessoas no Cristo Rei
Funcionário público alcoolizado perde controle do veículo e atropela duas pessoas no Cristo Rei
Foto: VILHENA NOTÍCIAS

Por
Leir Freitas

O acidente que envolveu o funcionário público, Isaías Pereira da Silva de 36 anos correu na tarde deste domingo, 01 de maio, na rua 1512, esquina com a rua 731, localizada no  bairro Cristo Rei, onde o mesmo, que  dirigia um automóvel  Gol de cor branca, com placas NDI-2686 de Vilhena, atropelou duas pedestres.

Segundo informações, Isaías transitava em alta velocidade pela rua 1512 sentido IESA, quando perdeu o controle do veículo e atropelou Marly de Jesus Ferreira de 35 anos e sua filha Kamylla de Jesus Aguirre de 11 anos.

Com o impacto, Kamylla teria batido com a cabeça contra o para-brisas do veículo e sofrido traumatismo craniano. Sua mãe sofreu apenas algumas escoriações pelo corpo e ambas foram conduzidas ao pronto socorro do Hospital Regional por uma unidade de resgate do Copo de Bombeiros.

Isaías, que tentou evadir-se do local sem prestar socorro às vítimas, foi contido por populares, que revoltados, acabaram agredindo-o com chutes e socos.

O condutor aceitou realizar o teste do bafômetro solicitado pela Polícia Militar de Trânsito, onde foi constatado que Isaías dirigia sob o efeito de bebida alcoólica.

Diante dos fatos, Isaías recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para serem tomadas às medidas cabíveis ao caso.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.