Notícia publicada às 14:14:46 - 18/01/2016 e lida: 4064 vezes   
    
  
  
“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica
Proprietário do terreno falou à reportagem.

“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica
“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

A beneficiária do Programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida, Sandra Maura Zibetti, concedeu entrevista à reportagem do VILHENA NOTÍCIAS na manhã desta segunda-feira, 18 de janeiro.

Sandra vem sendo acusada e agredida verbalmente por moradores do Conjunto União e populares que passam em frente à sua residência, após veiculação na mídia vilhenense, de que a mesma teria colocado a venda o imóvel que ganhara no programa Minha Casa Minha Vida.

“Eu estou sendo xingada pelas pessoas que passam na rua e moradores aqui do bairro. Aqueles que vêm até a minha casa e me perguntam por que eu teria colocado a casa à venda, eu explico que jamais cometeria um absurdo desse”, disse em tom emocionado Sandra.

A residência de número 2545, situada na quadra 12, Lote 03, recebida pela moradora Sandra há cerca de 1 mês em um evento realizado pela prefeitura no próprio bairro, tem sido alvo de polêmica após um site local veicular a notícia de que a beneficiária teria colocado o imóvel à venda.

À reportagem a moradora disse: “Nunca fui procurada por ninguém para saber se era verdade ou não que a minha casa estava à venda. Apenas fui ofendida e xingada pelas pessoas que passam na rua. Para vocês terem uma ideia, eu passei dois dias trancada dentro de casa, chorando por essa injustiça”. Sandra explicou que a placa pertence ao terreno de esquina, que fica ao lado de sua casa e que o proprietário se chama Cláudio.

 

O imbróglio

A equipe do VILHENA NOTÍCIAS entrou em contato por telefone com Cláudio Roberto Cardoso, proprietário do terreno que gerou a polêmica. “Toda aquela área pertencia à Flávio Alves Construtora. Antes mesmo que fosse projetado o Conjunto União, a construtora vendeu alguns lotes e eu fui um dos compradores. Quando saiu o projeto do residencial, o Flávio recomprou alguns dos terrenos, ele inclusive me procurou, mas a oferta não foi boa e eu decidi não vender a propriedade e assim como eu, outras pessoas também possuem terrenos naquele setor”, esclareceu Cláudio.

Cláudio ainda disse que, com o projeto da criação das casas populares, à Flávio Alves Construtora detentora da área, fez um acordo com a Construtora João de Barro que construiu as casas do Programa Minha Casa Minha Vida. “Os documentos são todos registrados na prefeitura e está à disposição para consulta. Coloquei a venda o Lote 02, Quadra 12, da Rua 11.160, Setor 116. A propriedade é minha”, finalizou Cláudio.

“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica
“Minha casa não está à venda”, diz moradora.

“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica

“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica

“Minha casa não está à venda”: Beneficiária do Conjunto União nega denúncia e esclarece polêmica
Imagem do terreno que está à venda.

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.