EcoMassa


      Notícia publicada às 22:16:28 - 20/04/2015 e lida: 6896 vezes   
    
  
  
ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena
Segundo testemunhas, vítima era usuária de drogas. O crime ocorreu ao lado da antiga escola Bastita Nacional.

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena
ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

O quarto assassinato registrado em Vilhena, em menos de 48 horas, ocorreu por volta das 21h00, desta segunda-feira, 20 de abril, na rua Marechal Deodoro da Fonseca, no bairro São José.

De acordo com informações colhidas no local pela reportagem do VILHENA NOTÍCIAS, a vítima identificada como Devair Fernandes da Silva, 39 anos, foi brutalmente assassinada com três tiros. As balas atingiram a região do pescoço, costas e peito.

Segundo testemunhas, a vítima estaria retornando da igreja quando se envolveu numa discussão nas proximidades da antiga escola Batista Nacional. Ainda de acordo com testemunhas, Devair que estava de bicicleta correu, mas foi alcançado por um homem que estaria numa moto Honda Bros de cor preta. Após o crime, o assassino fugiu tomando rumo ignorado.

A reportagem do VILHENA NOTÍCIAS, recebeu informações que a vítima era dependente químico. Ele portava consigo uma bíblia.

A polícia investigará se o crime tem ligações com os outros assassinatos ocorridos neste domingo, 19. O corpo foi liberado para a Funerária São Matheus. A polícia realiza diligências a fim de localizar o autor do crime.

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena
Vítima portava uma bíblia.

ONDA DE VIOLÊNCIA CONTINUA: Mais um é assassinado em Vilhena

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

ACESSE GANHE

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.