EcoMassa


      Notícia publicada às 11:23:46 - 05/04/2015 e lida: 1892 vezes   
    
  
  
CAOS: Enfermeiros registram ocorrência policial denunciando a falta de profissionais no Hospital Regional
"O número é insuficiente para atender a demanda, principalmente do Pronto Socorro",disse um enfermeiro.

CAOS: Enfermeiros registram ocorrência policial denunciando a falta de profissionais no Hospital Regional
CAOS: Enfermeiros registram ocorrência policial denunciando a falta de profissionais no Hospital Regional
Foto: Renato Spagnol

Por
Redação

De acordo com a ocorrência policial, dois enfermeiros que não tiveram suas identidades reveladas para evitar possíveis retaliações por parte da direção do hospital, acionaram a Polícia Militar para registrar o descaso na saúde pública. O fato ocorreu no início da noite deste sábado, 4 de abril.

Segundo os denunciantes, na noite deste sábado, havia dois enfermeiros para cobrir o plantão do hospital. Um dos denunciantes fez questão de salientar que a equipe totalmente reduzida estava dividindo as funções, principalmente no Pronto Socorro, que havia apenas duas técnicas em enfermagem as quais, além dos atendimentos curativos, também estavam realizando as triagens, e que o setor de qualificação de risco estava sem profissional.

Ainda de acordo com os profissionais, o número ideal para atender a demanda do hospital, seria de oito (8) enfermeiros, excluindo a UTI – Unidade de Terapia Intensiva, e que somente no Pronto Socorro, uma das áreas mais críticas da unidade hospitalar, seria necessária a presença de cinco (5) enfermeiros, principalmente em finais de semana, onde o fluxo de vítimas de acidentes aumentam.

"O número é insuficiente para atender a demanda, principalmente do Pronto Socorro, o que obriga os enfermeiros chefes, a priorizar os casos mais graves, o que gera demora no atendimento, prejudicando a qualidade dos serviços prestados", narrou aos militares um dos profissionais.
Conforme narrado pelos denunciantes, a falta de profissionais no Hospital Regional de Vilhena, tem sido constante.

A reportagem do VILHENA NOTÍCIAS, não conseguiu contato com o diretor do hospital para falar sobre as denuncias. O site deixa aberto o espaço para eventuais esclarecimentos por parte da direção.

 

 

FONTE: VILHENA NOTÍCIAS

ACESSE GANHE

 

 


 



 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.