EcoMassa


      Notícia publicada às 21:51:49 - 12/03/2014 e lida: 1162 vezes   
    
  
  
VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Cerca de 13 mil torcedores compareceram ao estádio Portal da Amazônia, incluindo integrantes da torcida organizada “Mancha Verde” do Palmeiras.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Foto: Renato Spagnol

Por
Renato Spagnol

O estádio Portal da Amazônia lotado recebeu na noite desta quarta-feira, 12 de março, a grandiosa partida entre VEC e Palmeiras.

A equipe do VEC jogou bem, mas foi derrotada com um gol aos 42 minutos da etapa final no estádio Portal da Amazônia, em Vilhena, sendo esta a partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil 2014.

As fortes chuvas que caíram sobre o gramado nos últimos dias, acabaram prejudicando o espetáculo, mas mesmo com campo pesado os jogadores buscaram o resultado.

O jogo foi bastante trucado e cheio de faltas, mas ambas as equipes tiveram várias oportunidades de gol, sendo que o VEC tentou explorar as laterais do campo.

A equipe do Palmeiras acostumada a jogar em grande estilo sofreu na noite de hoje, pois encontrou um VEC disposto a continuar brigando por uma vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Confira os lances do jogo: PRIMEIRO TEMPO

Logo aos 11 minutos, o volante Carlinhos finaliza da entrada da área, mas a bola vai para fora. No minuto seguinte, o Palmeiras responde. O atacante Valdívia lança Patrick Vieira na faixa central da área, mas o grande goleiro Dalton se antecipa no lance e agarra a bola.

Aos 17’, Eguren tabela com Juninho e levanta na área, mas ninguém aparece para complementar o lance.
Aos 22 minutos, Edilsinho recebe na entrada da área e tenta tocar por cima do goleiro Fernando Prass, que se recupera no lance e defende em dois lances.

Aos 29’, após vacilo de Marcelo Oliveira, Edilsinho sai frente a frente com Fernando Prass, porém finaliza para fora, desperdiçando a grande oportunidade do primeiro tempo de colocar o VEC em vantagem.

Aos 31’, em cobrança de falta, Edilsinho alça a bola na área e João Leandro cabeceia, mas o goleiro Fernando Prass coloca para fora.

Aos 41’, Valdívia acerta uma cotovelada no volante Carlinhos, porém o árbitro Paulo Henrique Schleich dá apenas um cartão amarelo para o meia do Verdão.

SEGUNDO TEMPO:

Para a segunda etapa, as duas equipes retornaram a campo em busca da vitória. E com um minuto, Juninho cruza na área e Alan Kardec cabeceia livre, mas o goleiro Dalton defende.

No minuto seguinte, o Lobo do Cerrado chega com perigo. Kukau passa por Eguren e finaliza por cima do gol de Fernando Prass.

Aos 5 minutos, em cobrança de falta, Juninho bate com efeito e a bola acerta a trave, bate nas costas do goleiro Dalton e sai pela linha de fundo, assustando a torcida vilhenense.

Aos 8 minutos, Juinho desce pela esquece, vai até a linha de fundo e cruza para trás. Vinícius finaliza livre, mas a bola vai para fora. Dois minutos mais tarde, Juninho novamente cruza da esquerda e Eguren cabeceia, sozinho, para fora, desperdiçando mais uma oportunidade.

Aos 19’, Valdívia cruza da esquerda e o zagueiro Júnior desvia contra o próprio gol, mas o goleiro Dalton, bem colocado, defende.

Aos poucos as duas equipes começam a diminuir o ritmo em campo e o jogo passa a ficar truncado no meio de campo.
O único gol saiu aos 42’, em rápido contra-ataque, o Palmeiras conseguiu abrir o placar. Bruno César desce pela direita e rola para Leandro, que domina e finaliza forte para colocar o Verdão em vantagem.

Com o resultado a equipe do Palmeiras joga por um empate ou vitória simples para avançar à segunda fase. Já o VEC terá que vencer por mais de um gol para sonhar em chegar à fase seguinte.

As equipes voltam a se enfrentar no próximo dia 10 de abril, às 21h50 (horário de Brasília), no Pacaembu, em São Paulo.

Ficha Técnica

VEC 0 x 1 Palmeiras-SP
Local: estádio Portal da Amazônia (em Vilhena-RO);
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS);
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Gislan Antonio Garcia da Silva (MT);
Gol: Leandro aos 42’ do 2º;
Cartões amarelos: Alex Barcellos, Carlinhos, Edilsinho, Kukau, Júnior e Willian Santos (VEC); Marcelo Oliveira e Valdívia (Palmeiras);

VEC

Dalton; Júnior, Marinho e Alex Barcellos; Dalton, Willian Santos (Wertinho), Carlinhos, Kukau, Edilsinho (Rocha) e Thiaguinho; João Leandro (Roallase). Técnico: Marcos Birigui.

Palmeiras-SP

Fernando Prass; Wendel Santos, Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Sebastián Eguren (Bruno César), França, Patrick Vieira (Leandro) e Valdívia; Vinícius (Mendieta) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

Lances do jogo com informações do Futebol do Norte.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Goleiros da equipe do Palmeiras inciando o aquecimento.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Goleiros da equipe do VEC inciando o aquecimento.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Jogadores do Palmeiras no gramado aquecendo.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Jogadores do VEC.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Goleiro Fernando Pras em reposição de bola.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Ainda no primeiro tempo, um lance perigoso quase resultou em gol para a equipe do VEC.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Estádio lotado.

VEC joga bem, mas erro no final deixa equipe em desvantagem para a segunda partida
Atacante Valdívia recebendo marcação homem a homem.

 

FONTE:

ACESSE GANHE

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.