[ Fechar ]





Notícia publicada às 19:34:51 - 07/12/2013 e lida: 455 vezes     
  
ÁLCOOL ZERO - Se beber saiba quantas horas depois você está pronto para dirigir sem riscos
Há um conceito fixo na medicina que afirma que o organismo se livra do equivalente a uma dose de álcool por hora.

ÁLCOOL ZERO - Se beber saiba quantas horas depois você está pronto para dirigir sem riscos
Foto: Ilustrativa

Por
Renato Spagnol

Francisco Alves, nome fictício de um personagem real, foi surpreendido ao ser abordado e multado por uma blitz Álcool Zero quando se dirigia à igreja por volta das 7h30 de um domingo.

O condutor havia bebido na noite anterior, dividido uma caixinha de cerveja, com mais três pessoas em sua residência.

Segundo ele, foi deitar por volta das 21horas pensando em levantar cedo no outro dia para ir à missa com a família.

Mas devido a abordagem pelos guardas de trânsito na Estrada da Sobral, Alves não conseguiu chegar ao seu destino - que era pouco metros depois da barreira policial.

Ao fazer o teste do bafômetro, mesmo após dez horas de ingerir cerveja, ainda foi detectado presença de álcool em Alves, o que o levou a ser enquadrado na Lei Seca. No entanto, muitas vezes fica a dúvida: quanto tempo depois de beber o motorista pode dirigir sem infringir a lei?

Há um conceito fixo na medicina que afirma que o organismo se livra do equivalente a uma dose de álcool por hora. O gastroenterologia Romeu Delilo explica que os efeitos álcool variam de acordo com cada pessoa e com uma série de fatores.
“O fígado de uma pessoa gorda metaboliza o álcool mais rápido do que uma pessoa magra. A alimentação acelera o metabolismo.

Se você for à casa de um amigo para jantar e tomar dois copos de vinho antes do jantar o metabolismo é mais rápido”, explicou.

Segundo ele, por via de regra, se uma pessoa de 70 quilos ingerir dez taças de vinho ou chopes deverá esperar dez horas para o organismo ficar livre dos efeitos do álcool.

Se o indivíduo bebe com o estômago vazio, os efeitos do álcool pelo corpo podem aparecer mais rápido.

Os efeitos entre o homem e a mulher também mudam. De acordo com o médico, o corpo feminino demora mais para metabolizar o álcool do que o masculino.

É o caso de Alves que apenas bebeu e não se alimentou. Ele disse não ter jantado e nem tomado café da manhã. “Não costumo comer nas primeiras horas da manhã e não jantei porque não estava com fome. Achei injusto essa multa. Sempre quando saio para beber, minha filha dirige. Evito beber e dirigir, sempre tento fazer o certo e esse caso acontece”, disse.

Segundo Alves, o irmão foi chamado para levar o veículo para casa. Ao chegar no local da blitz também precisou passar pelo teste do bafômetro. “Ele bebeu comigo na noite anterior, mas o bafômetro não acusou. Questionamos isso, mas o guarda disse que isso varia conforme a alimentação”, ressaltou.

Alves ingressou com um processo na Justiça para recorrer da multa de R$ 2 mil.

Recomendação é que motorista espere 12 horas para dirigir

Por conta dos efeitos do álcool variarem de acordo com cada pessoa e com uma série de fatores, o médico recomenda que o condutor espere 12 horas para dirigir após ingerir bebidas alcoólicas. A recomendação é a mesma feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Tomar banho com água gelada, tomar banho ou chupar bombom para tirar o efeito do álcool é puro mito. Nada disso adianta”, ressaltou.

Lei Seca

No final do ano passado, a presidente Dilma Rousseff sancionou a lei que aumenta o rigor na fiscalização da \\\\\\\"Lei Seca\\\\\\\".

A nova medida endureceu as penas aplicadas ao motorista que dirigir alcoolizado e manteve qualificado como crime dirigir com mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

Fonte: Gazeta.net